Au Pair #3: CASV e Visto J1

Ah, o visto! Não bastasse toda a tensão que nós passamos, a espera pra ficar online, conversa com a família, a espera do match, ainda tem ele.
O processo é bem chatinho, mas todo mundo tem que passar por isso. Primeiro você precisa preencher o DS160, lá você vai colocar todos os seus dados pessoais, número do passaporte e as informações sobre o que você vai fazer lá, alguns dados a agência precisa te mandar, já que o nosso visto, o J1, é um visto de trabalho e estudo, então você vai usar muita informação da própria agência.
Não tem muito segredo, só preste muita atenção, revise tudo e sempre salve as informações de cada página pra não correr o risco de perder as informações que você já colocou. E guarde bem o seu número de confirmação do DS, que fica disponível logo que você se cadastra no site, é com ele que você vai conseguir agendar a sua entrevista. Esse é o site do preenchimento do DS160: https://ceac.state.gov/genniv/.

Com o número do DS, você consegue agendar o CASV e a entrevista no Consulado. Conforme você for preenchendo o DS vai ver que no final, ele cita uma foto, essa foto é tirada no CASV, junto com as suas digitais. Portanto, você precisa agendar primeiro o CASV e só depois a entrevista. Esse é o site do agendamento: http://usvisa-info.com/pt-BR/selfservice/ss_country_welcome. Nesse site você vai fazer o pagamento, que pode ser com cartão de crédito ou boleto.

O CASV é bem tranquilo, você leva os documentos solicitados, pega a fila e vai pro guichê tirar foto e digitais. E é só isso por lá. Meu horário era 11h30, eu cheguei uma hora antes e fui atendida. Fiquei uns 20, 30 minutos lá dentro.
Já a entrevista é outra história. Além de levar passaporte, DS160, confirmação de agendamento, DS2019, confirmação da taxa sevis, confirmação de placement e pagamento (o DS2019, sevis, placement são enviados pela agência), você deve levar todos os seus documentos que comprovem vínculo com o Brasil. Algum vínculo empregatício, o diploma se você já for formado, qualquer bem que você tenha no seu nome, coisas que mostrem que você tem a intenção de voltar, mesmo que não seja verdade rs.
Só mostre para o cônsul o que ele pedir, não chegue mostrando seus documentos, no meu caso ele só viu o passaporte e o DS2019.  E só responda o que ele perguntar, seja clara e se não entender alguma coisa, pergunte de novo.
Minha entrevista foi super tranquila. Ele perguntou em português qual era o motivo da viagem, eu disse "au pair", então ele perguntou em inglês se eu ia ficar um ano, confirmei que sim. Depois me perguntou se eu continuava a falar com a família e pra onde eu ia. Pronto! Visto aprovado e um peso enooorme que saiu das costas.
No momento do preenchimento, antes de tudo, você escolhe se vai buscar o passaporte ou se será entregue pelos correios. Como o valor é o mesmo, pedi pra entregar em casa, ele foi aprovado na sexta e eu recebi na terça-feira. Rápido, né? E você recebe o código de rastreio pra ir acompanhando pelo correio.
É isso aí... partiu!


Nenhum comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...